• INCC

Dia 2 I 21 Dias de Jejum e Oração

A HISTÓRIA E O REINO


Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão. Mateus 24.32


A chave para a compreensão da história do mundo é o Reino de Deus. A história das nações mencionadas no Antigo Testamento só tem importância quando se relaciona com o destino de Israel. Isto quer dizer que a história do mundo está ligada a Israel, visto ter Deus o escolhido para revelar-se. E o fez na pessoa de um dos seus grandes representantes, Jesus Cristo, a raiz de Davi, o qual foi nascido de Deus, para tornar-se o Soberano Senhor.

E, em última instância, a história contemporânea só tem importância em relação à história da Igreja Cristã. O que realmente importa no mundo é o Reino de Deus. Todos os acontecimentos ao redor do mundo e através dos séculos, convergem para gran finale. Quando toda língua confessará e todo joelho se dobrará.

Desde o princípio, desde a queda do homem, Deus vem trabalhando no estabelecimento de um novo Reino. Ele está chamando as gentes do mundo para este propósito; e tudo o que acontece no mundo relaciona-se com o Reino que ainda está em processo de formação, mas que atingirá sua consumação perfeita.

Os problemas de nossos dias só devem ser entendidos à sua luz.

O que Deus permite na Igreja e no mundo hoje está relacionado com a restauração final de todas as coisas, quando uma nova ambiência gloriosa será instaurada. Não nos desconcertemos, portanto, quando virmos coisas surpreendentes acontecendo no mundo. Antes, perguntemo-nos: Que relação tem este acontecimento com o Reino de Deus? Não temos por que nos desnortear e duvidar do amor ou da justiça divina.

O crente deve conhecer e guardar no coração, os desígnios de Deus para não pecar contra ele e não agir como agiu Israel: “Cedo, porém, se esqueceram de suas obras e não lhe aguardaram os desígnios” Salmos 106.13.

Felizmente, às vezes, Deus demora para responder algumas de nossas orações, a fim de eliminar o egoísmo e as características que não deveriam fazer parte de nossa vida.

Ele está interessado em nós, e tenciona adaptar-nos a uma posição mais plena em seu Reino. Devemos, portanto, julgar todo acontecimento à luz do grande, eterno e glorioso propósito de Deus.


Pensamento: Seja o que for que Deus tenha que fazer, inquestionavelmente o fará, se ele o tiver prometido. – João Calvino


Oração: Senhor, que eu possa esperar em Ti para que Suas promessas venham a se cumprir em minha vida. Em nome de Jesus, amém.

Devocional extraído do livro "Bálsamo e Mel" Volume 2 do Pastor Aguiar Valvassoura.




2.040 visualizações5 comentários

Posts recentes

Ver tudo