• INCC

Testemunho: "... 30 internações, 11 cirurgias, a alegria em Deus me deu forças pra suportar tudo."



Em 2005 descobri que era portador de doença renal policística, e desde então passei a tomar medicamentos para controle de pressão arterial pois se tratava de uma doença genética sem cura, precisaria fazer apenas o controle!



Mas em 2013 a doença começou a se manifestar. Em agosto de 2013, eu havia acabado de voltar de uma missão voluntária na Amazônia e comecei a ter quadros de pielonefrite com subsequentes infecções, naquele segundo semestre de 2013 foram 6 internações, ficava 15 dias fora do hospital, tinha recorrência e ficava mais 15 dias no hospital!


Em 2014 conseguimos estabilizar a doença, porém tive uma problema com uma hérnia epigástrica ( logo acima do umbigo), operei esse hérnia mas infelizmente a cirurgia não foi bem sucedida e depois de 6 meses eu tive que operar novamente! Nessa segunda operação, ainda em 2014 era pra eu ficar 3 dias no hospital a acabei ficando 11 dias, peguei H1N1 no hospital, operado e com muitas tosses e muitas dores ao tossir!


Depois de 11 dias sai do hospital, o intestino parou de funcionar, novamente febre, já não suportava mais as intensas dores. Voltei para o hospital, e por causa das tosses as alças intestinais ficaram aderidas na tela e necrosaram, fui operado novamente, mas dessa vez por causa de uma peritonite (fezes ou hemorragia abdominal) operado às pressas, removeram as telas e 20cm de intestino necrosado.

Acordei na semi UTI do Hospital Paulistano com um dispositivo na minha mão onde eu mesmo jogava morfina dentro do meu soro em caso de dor, e quanta dor!!!!


Como nessa cirurgia não foi colocado a tela, depois de 6 meses tivemos que operar novamente.

Já estávamos em 2015, mas dessa vez cirurgia foi sucesso, realizada pelo meu amigo Dr. Mateus Antunes Nogueira, conterrâneo e Meu amigo de infância!

Depois de ter todos esses problemas de saúde descritos acima solucionados, em 2017 eu tive mais 3 internações, por causa de uma infecção de um cisto renal.


Depois de passar num exame chamado “pet-scan” descobriu-se o cisto infectado e foi feito uma punção para retirada do conteúdo do interior do cisto para saber o que era, pois os antibióticos não baixavam a infecção e foi descoberto fungo nesse cisto e tratamos com antifúngico, caso raro isso!

Além dessa situação do cisto renal, em 2018 tive que operar novamente por conta da hérnia.


Em 2019 já com a função renal bem comprometida em junho finalmente o rim parou de funcionar, fizemos a retirada de um deles no dia 23/06/2019, a idéia era fazer o transplante e depois retirar o outro rim, mas não deu, o outro rim também parou e tivemos que retirar no dia 23/07/2019.

Nessa cirurgia tiveram contra tempos e uma lesão na veia cava durante a cirurgia perdi muito sangue entrei em choque hemorrágico e foram necessárias 15 bolsas de sangue na cirurgia transfundidas! Foram 3 dias de coma, acordei sem saber onde estava ou o que tinha acontecido!



Desde então vinha me recuperando, mas no ano de 2020, novamente tive problemas uma desidratação, fui para UTI dia 09 de julho, em fevereiro tive uma pericardite ( liquido no músculo do coração) um derrame pericárdio me levou novamente para UTI, foi feito a drenagem de 1,5 Litros de sangue do músculo do coração!


Em março tive uma recidiva e fui internado novamente, se cogitou abrir o peito e retirar esse músculo que envolve o coração! Felizmente depois de 1 dia internado e fazendo hemodiálise a situação normalizou, foi só uma inflamação do músculo sem derrame! Então trataram com medicamento e Deus me livrou novamente! Em abril tive um problema de queda de pressão arterial e tive que me internar novamente! Em maio graças a Deus não tive internações, mas contrai COVID-19 que passou por mim assintomático, apenas uma conjuntivite e dores no corpo! Curado da COVID-19 eu tive algumas internações para trocas de cateter e uma última internação por problemas de pressão arterial!


"Os justos clamam, o Senhor os ouve e os livra de todas as suas tribulações." Salmos 34:17


Eu não consegui aqui relatar tudo, apenas um breve relato do que aconteceu comigo nesses últimos 7 anos! Um breve relato dos inúmeros livramentos dados pelo Senhor! Muitos oraram e clamaram a Deus pela minha vida!


Quero agradecer aqui a Deus e ao nosso Senhor Jesus Cristo que me guardou, me liberou e fortaleceu em todos esses momentos.


Agradecer a minha esposa Ana Claudia que nunca, jamais me abandonou, esteve comigo em todos os momentos, suportou comigo as noites de dores, muitas aplicações de morfina, desmaios, falta de dinheiro perda de pacientes e todos os problemas que enfrentamos em todos esses 7 anos!


Quero agradecer aos meus amigos, todos eles, não vou citar nomes pq eu poderia esquecer aqui de alguém e não quero ser injusto, minha Igreja, minha cidade Santo Antônio da Alegria e toda região que se mobilizaram numa festa para arrecadar recursos ano passado para que eu pudesse me manter pois fiquei sem condições de trabalhar, aquilo foi incrível, inesquecível!



Agradecer meus irmãos, meus primos, meus cunhados, sogro, sogra, amigos do Facebook, meus pastores, os médicos Dr. Pedro Renato Chocair e sua equipe! Agradecer as pessoas que trabalham e trabalharam comigo, dentistas e funcionários! Pessoal da clínica que eu faço hemodiálise meus pacientes, enfim todos!


Todos que de alguma forma estiveram comigo e oraram por mim e enviaram mensagem e ânimo em momentos que eu achei que ia sucumbir! Agradeço ao ministério do Intercessão da INCC, que por meses manteve meu nome na linha de oração clamando a Deus em meu favor.


Gostaria também de agradecer a minha mãe Cafa, que aos 72 anos, me doou um de seus rins dando-me novamente a vida, vivemos uma experiência única, Deus nos agraciou com um tempo de grande alegria e vitória!

Deus é maravilhoso! Foi um processo doloroso e muito sofrido, mas aprendi muitas lições, vejo o quanto Deus ensina seus filhos! Estou saindo dessa vivência mais forte do que quando entrei! Vejo a mão de Deus em cada detalhe da minha vida, Ele tem seus propósitos e nada irá impedi-los!


Não pude contar em detalhes, mas ao todo, foram 30 internações, 11 cirurgias e mais de 20 transfusões de sangue. Se estou de pé hoje é pela graça de Deus e para louvar o nome do Senhor e dizer que Ele é real e ainda hoje faz milagres!


Após um ano de hemodiálise diária, não podendo trabalha direito, e por tudo o que passei, consegui manter o bom humor, pela misericórdia de Deus mantive a fé, evitando reclamar por qualquer coisa. Aprendi que a alegria do Senhor é a nossa força!


Que Deus abençoe a todos e muito obrigado por tudo! Deus é Tudo!


Por Umberto Farah - filho de Cafa Farah, nossa irmã em Cristo que por muitos anos trabalhou na implantação da Igreja do Nazareno na Cidade de Santo Antônio da Alegria, trabalho esse iniciado pelo saudoso Pr. Lima.


"Agora, nosso Deus, damos-te graças, e louvamos o teu glorioso nome." 1 Crônicas 29:13