Grupos sociais precisam ser regulados ou regulamentados, a fim de sobreviverem de forma equilibrada. 

Isso significa que seres humanos precisam ter razoável entendimento sobre acordos, convenções, disposições e regras, e as respectivas condutas que inspiram, ou mesmo exigem. 

A palavra obediência nem sempre ‘trafega’ bem. Ela, geralmente, enfrenta vários impedimentos e obstáculos. Para muitos, ela chega a sugerir mera submissão a (implacáveis) imposições. 

Como autores da série “Eu, a minha fé e…” pensamos em tentar retomar a ‘famigerada’ palavra obediência, para (re)analisá-la à luz das Escrituras, mais precisamente, a partir do Livro de Deuteronômio.

Eu, A Minha Fé e a Minha Desobediência

R$ 5,00Preço
    logo incc preto.png
    Igreja do Nazareno Central de Campinas