• INCC

Dia 8 I 21 Dias de Jejum e Oração

UM DEUS PARA TEMPOS DE CRISE


Regozijai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, na oração, perseverantes. Romanos 12.12


Todo mundo sabe que Elias era um grande profeta, homem de oração, que realizou coisas sobrenaturais como chover, não fazer chover, e agora Elias se encontra em uma situação difícil. Acabe fez saber a Jezabel tudo quanto Elias tinha feito e como matara todos os profetas à espada.

Elias era um gigante, herói, homem de Deus, homem que orava e três anos se passavam sem chover; orava e não chovia por três anos; que ressuscitou mortos, que fez azeite brotar de uma vasilha, um gigante. Mas um gigante precisa confrontar também as situações da vida, e havia uma imoralidade no país total, uma dupla diabólica que era Acabe e Jezabel.

Mas esse homem fantástico, pai dos profetas, teve um momento de crise, quando soube que havia um levante no palácio contra ele; diz no versículo 3 de 1 Reis que ele fugiu para salvar a vida.

Ele então entra em crise que o leva a fugir, e o conduz a depressão; no versículo 4 ele pede para morrer. Porque às vezes, nas dificuldades que enfrentamos, dizemos: tenha fé! Até o momento em que você tem que usar a fé para si mesmo. Como disse Paulo aos Romanos 1.17b: o justo viverá por fé.

Elias precisou buscar recursos na graça de Deus, e ele, às vezes, trabalha conosco da forma mais simples possível. Há momentos nas nossas vidas e lutas, momentos críticos nas áreas emocional, física, espiritual, econômica, em que tudo o que precisamos é sair do foco.

Se existiu um homem que saiu dessa terra, da forma mais gloriosa, apoteótica e espetacular, esse homem foi Elias. A morte de Moisés foi bonita, a de Enoque também, mas a de Elias foi gloriosa, aliás, a palavra morte não faz parte do relato. Ele já tinha os cabelos embranquecidos, estava treinando sucessores para servir à obra. A carruagem de fogo apareceu e o levou, e ninguém nunca mais o viu, a não ser o Senhor Jesus no monte da Transfiguração.

Lutas e fracassos não significam derrota; batalhas que nós enfrentamos e vencemos são um preparo, talvez; o final foi muito melhor do que o começo. O fim tem que ser melhor do que o começo.

O propósito de Deus nas nossas vidas não é só subir, nem isenção de dificuldades. O importante é percebermos a hora em que devemos parar e parar; se tiver de dormir, dormir; se tiver que comer, comer; se tiver que se levantar e enfrentar, levante e termine a obra que Deus colocou em suas mãos para fazer.

Todos nós enfrentamos batalhas, a maneira como nós as tratamos é que determina se somos heróis ou covardes, e o reino de Deus não é constituído de covardes; é de alguém que está dedicado a vencer a batalha como Elias venceu.


Pensamento: A crise representa purificação e oportunidade de crescimento. – Leonardo Boff


Oração: Senhor, obrigado pelo Teu sacrifício na Cruz que pagou os meus pecados e hoje não posso alegar mais ignorância, pois já conheço a Tua Palavra. Em Teu nome. Amém


Devocional extraído do livro "Bálsamo e Mel" Volume 2 do Pastor Aguiar Valvassoura.


1.365 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo