• INCC

Grupos de Comunhão: Estudo de Atos 17:1-15


Paulo não era apenas um pregador, era também um sábio estrategista.


Sua primeira viagem missionária, concentrou-se em Chipre e na Galácia; na segunda dedicou-se às províncias da Macedônia e Acaia. Na terceira viagem, concentrou-se em Éfeso, na província da Ásia Menor. Paulo sempre incluiu as capitais em seu trajeto: Tessalônica, capital da Macedônia; Corinto, capital da Acaia; e Éfeso, capital da Ásia. Depois Paulo escreveria a cada uma das igrejas nessas capitais.


Tessalônica era uma cidade estratégica por ser um importante centro comercial, só comparado à cidade de Corinto. Paulo sabia que, se o cristianismo ali se estabelecesse, poderia estender-se ao Oriente e até conquistar toda a Ásia e chegaria à cidade de Roma.


Vídeo de Estudo de Atos -Panorama Bíblico - 2º Viagem Missionária de Paulo



Paulo prega a Cristo a partir das Escrituras. Não pregava filosofia nem política romana. Ele variou os métodos mas não mudou a mensagem. Não há evangelho onde a cruz de Cristo é banida nem sem o derramamento do sangue do Cordeiro de Deus. Embora o número de judeus convertidos fosse pequeno, grande multidão de gregos piedosos recebeu a Cristo, bem como muitas mulheres distintas.


Não há pregação do evangelho sem oposição. A luz incomoda as trevas. A perseguição era religiosa. Os judeus invejosos usaram os métodos mais baixos para perturbar o trabalho evangelístico de Paulo. Subornaram homens sem caráter para perturbar a ordem social para prender Paulo e seus cooperadores. A acusação foi pública e privada.




Por fim, os missionários foram para Bereia. O local ideal para se manter longe dos inimigos. Os cristãos bereanos foram mais nobres que os crentes de Tessalônica porque receberam a Palavra com avidez e também porque receberam a Palavra com questionamento crítico.




Os judeus de Tessalônica, por inveja e envenenada amargura, foram a Bereia com o intuito de alvoroçar o povo e perseguir Paulo. Novamente Paulo tem de interromper um trabalho promissor. e o enviaram para Atenas.


A grande coragem do apóstolo Paulo sempre presente, pois sua carreira missionária até aqui e daqui para frente, seria marcada por perigos, perseguições, prisões e açoites. A maioria dos homens teria abandonado uma luta que parecia condenada a terminar em prisão e morte.



Veja o Estudo completo em PDF: