• INCC

DIA 15 I 21 Dias de Jejum e Oração

DIA 15

A ROCHA


“Põe-me a salvo na rocha mais alta do que eu.” Salmos 61:2


Lá em cima é melhor, é mais reservado; lá em cima é mais silencioso, mais seguro; lá em cima é mais longe do mundo, é mais perto de Deus. Seria muito bom armar lá em cima três tendas: uma para Jesus, uma outra para Moisés e outra para Elias. Seria melhor ainda armar mais uma tenda, a quarta tenda, a nossa tenda! O grande problema é que a rocha lá em cima é mais alta do que nós. Queremos subir, mas não conseguimos.

Queremos voar, mas não somos anjos, não temos asas. Queremos o nível mais alto, mas nossos pés continuam no nível mais baixo. Queremos ser mais santos, mas não conseguimos ser menos pecadores. Queremos chegar mais perto, mas continuamos grudados no chão. Buscamos uma escada, cujo topo alcance a rocha mais alta do que nós, e verificamos que ela só existe em sonhos, como o de Jacó (Gênesis 28:10-15).

Depois de tantas tentativas infrutíferas, apelamos finalmente para a oração, a exemplo do salmista: “Põe-me a salvo na rocha mais alta do que eu” (Salmos 61:2). Uma oração assim agrada a Deus, porque ela tem os dois elementos-chave — a declaração implícita da nossa impotência e miserabilidade e a comprovação de que queremos mesmo chegar ao alto da rocha, até então inacessível. A nossa impotência fala que não há nenhuma possibilidade de nós nos aproximarmos de Deus, por nós mesmos. A inacessibilidade, no entanto, caiu por terra. Desde o dia em que Jesus expirou lá no alto do Calvário, para fazer rasgar o véu do templo de alto a baixo, demonstrando assim que agora era possível chegar-se ao alto da rocha.

“Põe-me a salvo na rocha mais alta” é a expressão da confiança do Salmista de que Deus o poderia colocar numa posição de segurança, ele estaria a salvo na mais elevada rocha.

Em toda história bíblica, a bênção maior só vem depois da descoberta da graça de Deus, pois a mão do homem é sempre curta e a mão de Deus é sempre longa. O que acha de você estender a sua mão, para que Deus a segure? Quando a mão curta do homem se encontra com a mão estendida de Deus — coisas fantásticas acontecem. Milagres acontecem, almas feridas são curadas, corações partidos são consertados e torna-se possível viver uma vida mais elevada. Nas alturas o clima é bem fresco e há um vento cicioso que nos trará a voz do Senhor.


Pensamento: No lugar alto, sem referência alguma a não ser Deus, veremos a pequenez desses conflitos e os veremos da perspectiva inigualável do Senhor. Deus quer nos alçar aos lugares altos, para que ele, e só ele, seja o nosso referencial. – Internet

Oração: Senhor, ajuda-nos a cada dia sermos mais úteis a Ti. Em nome de Jesus, amém.

-

Devocional extraído do livro "Bálsamo e Mel" Volume 2 do Pastor Aguiar Valvassoura.




1,700 visualizações1 comentário