logo incc preto.png
  • INCC

O Poder do Voluntariado

“Viver amar e servir. Só assim veremos um mundo diferente”


Geralmente quando se pensa em países ditos de primeiro mundo e comparamos com o nosso querido Brasil, o item segurança vem como o primeiro da lista e, realmente, como faria diferença se tivéssemos outra realidade! Seguindo a comparação, estamos bem aquém em itens como saúde, educação, infraestrutura de transportes, e sabe de uma coisa, você já deve estar cheio dessa conversa. Mas, sem fugir dessa realidade, a pergunta que precisa ser feita é: como mudar essa situação?


Há algum tempo, tenho pensado nessa resposta e acredito que temos uma luz no fim do túnel. a saída que vejo é o serviço voluntário, e isso eu chamo de espírito de cidadania, de valor ao ser humano , de olhar mais para o outro do que para si mesmo.


Na minha ótica, é isso que faz um país ser de primeiro mundo, quando o cidadão cuida do público e isso porque valoriza o próximo. O simples cuidado com as praças, o pico seletivo, o respeito com o espaço do outro, o plantio de uma árvore na calçada, o serviço em uma instituição de caridade, o ato de servir ao outro com seus dons e talentos. Imagino esse mundo diferente! Não é utopia, é pura realidade.


Somente quem serve experimenta o sentimento dito por Jesus: “melhor é dar do que receber”. Servir faz bem a alma, dignifica o próximo, suscita a criatividade, traz soluções, valoriza a vida.

Chega de esperar a ajuda do governo e de recursos públicos quando o papel cabe a nós. Vamos começar hoje, nada de adiar. Começa comigo e com você meu amigo leitor. Fazer a nossa parte independentemente do governo, quando o assunto é a nossa cidade, o nosso bairro, a nossa rua, o nosso vizinho. Fazer porque está ao nosso alcance e jamais esperar que o outro faça, mas qua a nossa atitude seja uma inspiração aos que estão ao nosso redor.


Já tenho visto em pequena essa o que comunidades têm alcançado com o espírito e cidadania, e isso através de pessoas ditas iletradas de jovens, adolescentes, profissionais liberais, donas de casa, empresários, seres humanos sendo humanos. Viver, amar e servir. Só assim eu consigo ver um Brasil e um mundo diferente!


Por Costa Neto

73 visualizações
Igreja do Nazareno Central de Campinas