• INCC

Estudo GC 17:A Interpretação de Jesus sobre a vingança


VERSÍCULOS CHAVE

“ — Vocês ouviram o que foi dito: “Olho por olho, dente por dente.” Eu, porém, lhes digo: Não resistam ao perverso. Se alguém lhe der um tapa na face direita, ofereça-lhe também a face esquerda. Se alguém quer processar você e tirar-lhe a túnica, deixe que leve também a capa. Se alguém obrigar você a andar uma milha, vá com ele duas. Dê a quem lhe pede e não volte as costas ao que quer lhe pedir emprestado.”

Mateus 5:38-42

De onde você acha que vem a frase: “Olho por olho, dente por dente?” Você já imaginou como seria hoje a aplicação dessa lei? Quem feriu, seria ferido na mesma proporção. Quem matou alguém, seria morto da mesma forma. Pense um pouco mais como seria. Esse era o princípio de justiça no passado.


Mas Jesus, no Sermão do Monte, novamente dá seu ensino para aqueles que querem segui-Lo.

Jesus começa citando uma das leis mais antigas, a lex talionis, a lei da reciprocidade direta, também contida no Código de Hamurabi. Podemos vê-la no Velho Testamento em Êxodo 21.23-25: “ Mas, se houver dano grave, então, darás vida por vida, olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé, queimadura por queimadura, ferimento por ferimento, golpe por golpe”. A mesma lei aparece em Levítico 24.19,20: “Se alguém causar defeito em seu próximo, como ele fez, assim lhe será feito: fratura por fratura, olho por olho, dente por dente; como ele tiver desfigurado a algum homem, assim se lhe fará.”

Esse princípio não tinha a intenção de encorajar a vingança, mas, sim, limitá-la, restringir a vingança ilimitada. A retaliação nunca era aplicada pela pessoa ferida ou por seus parentes, mas sempre por um juiz e/ou tribunal, Êxodo 19:18 E mais, essa lei não representa toda a ética do Antigo Testamento, como podemos ver em Levítico 19.18: “Não te vingarás, nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor”. Ainda em Provérbios 25.21: “Se o que te aborrece tiver fome, dá-lhe pão para comer; se tiver sede, dá-lhe água para beber.”


Veja que Jesus troca a retaliação limitada por nenhuma retaliação. Ele a elimina para introduzir uma lei superior diante das injustiças sofridas. Jesus queria dizer que a vingança pessoal é tirada de nossas mãos.

Ele aplica este princípio de cinco maneiras:


1. Voltar a outra face (v.39)

2. Deixando a capa (v.40)

3. Caminhando a segunda milha (v.41) – 1 milha = 1.000 passos = 1,5 km

4. Dando ao que pede (v.42)

5. Emprestando ao que solicita (v.42)

Jesus destaca quatro coisas vitais da vida: honra, vontade, bens inalienáveis e generosidade. Mesmo que as pessoas nos desonrem, ferindo nosso rosto; mesmo que as pessoas nos constranjam a andar, ferindo nossa vontade; mesmo que as pessoas tomem de nós a roupa do corpo, bem inalienável, devemos reagir de maneira superior ou transcendente, sendo generosos e suprindo as necessidades de quem precisa.. Porque o cristão não paga o mal com o mal, mas o mal com o bem. Romanos 12:17 “Não torneis a ninguém mal por mal; esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens”.

Os versículos iniciais que lemos, mostram-nos a ética da vida cristã e o comportamento que deve distinguir um cristão de outros homens. O cristão não domina apenas suas ações, mas também suas reações.


1. Voltar a outra face (v.39)

Não nos ocorrerá com muita frequência encontrar-nos com alguém que nos dê bofetadas, mas vez ou outra no curso da vida receberemos insultos de maior ou menor proporção. Bater na face é um sinal de desonra