• INCC

Série do livro: Uma vida com Propósitos- Vídeo & Podcast

E quando deus nos parece distante?

"Ele se escondeu do seu povo, mas eu confio nele e nele ponho a minha esperança."

Isaías 8.17; NTLH Deus é real, a despeito de como você se sinta:

  • É fácil adorar a Deus quando as coisas vão bem — quando ele provê comida, amigos, família, saúde e situações felizes.

  • Mas as circunstâncias não são sempre agradáveis.

  • E como então você irá adorar a Deus?

  • O que você faz quando Deus parece estar á milhões de quilômetros?

  • A mais profunda adoração é louvar a Deus a despeito da dor- dar graças durante a provação

Amizades são frequentemente testadas por separação e silêncio:

  • Na sua amizade com Deus, não será sempre que você se sentirá próximo dele.

  • Philip Yancey observou sabiamente: “Todo relacionamento passa por períodos de proximidade e distanciamento, e, no relacionamento com Deus, por mais íntimo que seja, o pêndulo vai oscilar de um lado para o outro”.1

Maturidade - períodos de aparente separação:

  • João da Cruz se referiu a esses dias de seca espiritual, como “a noite escura da alma”.

  • Henri Nouwen chamou-os de “o ministério da ausência”.

  • A. W. Tozer chamou-os de “oministério da noite”.

  • Outros o mencionamcomo “o inverno do coração”.

Com exceção de Jesus, Davi foi provavelmente quem teve uma amizade mais íntima com Deus do que qualquer outra pessoa - um homem segundo o meu coração.2


Apesar disso, Davi frequentemente reclamava da aparente ausência de Deus: Por que, SENHOR, tu permaneces afastado na hora do sofrimento? Por que te escondes de mim?;3 Por que me abandonaste? Por que estás tão longe de salvar-me, tão longe dos meus gritosde angústia?;4 Por que me rejeitaste?5

  • É óbvio que Deus não abandonou realmente Davi, assim como não abandona você.

  • Ele prometeu várias vezes: Eu jamais o abandonarei ou rejeitarei.6 Mas Deus não prometeu: “Você sempre sentirá a minha presença”.

Esse falso sentimento de abandono...

  • É um teste de fé que todos devemos enfrentar.

  • Será que você continuará a amar, confiar, obedecer e adorar a Deus, mesmo quando não sente a sua presença nem há evidência visível da ação divina em sua vida?

  • O erro mais comum ao adorar é buscar uma experiência em vez de buscar a Deus.

Muitos buscam sensações... mesmo uma sensação de proximidade com Cristo — não é adoração. A onipresença de Deus e a manifestação de sua presença são coisas diferentes.


Deus está sempre presente, mesmo que você não perceba sua presença, e sua presença é muito profunda para ser medida por uma mera emoção. Ele esta mais interessado que você confie, e não tanto que o sinta. Fé, e não sentimentos, é o que agrada a Deus.


Olhando a vida dos amigos de Deus na Bíblia, aprendemos seis segredos para uma amizade madura com Deus.


Assista o vídeo do nosso estudo e veja os os segredos da vida daqueles que se mantiveram firmes em Deus mesmo quando não sentiam a presença de Deus, mesmo diante de um sentimento de abandono...

Aplique essas mesmos segredos em sua vida e torne-se um amigo, maduro, de Deus!



Ouça em Podcast: clique aqui