• INCC

Um Chamado para as Nações


Gabriel nasceu no que popularmente é conhecido como "lar cristão" e aos 7 anos ele teve entendimento e entregou sua vida para Jesus enquanto participava de um acampamento Palavra da Vida em Atibaia. Aos 9 anos Gabriel escutou pela primeira vez o Senhor falando em seu coração sobre missões, porém ele ainda não sabia muito bem sobre o que era ser um missionário, até conhecer uma família americana missionária e se tornar grande amigo de seus filhos no tempo escolar, o que lhe ajudou muito a entender mais sobre seu chamado.


Gabriel tinha convicção do seu chamado missionário. A princípio, um direcionamento para servir ao senhor na África. Deus foi capacitando ainda quando tinha 16 anos onde se mudou para os Estados Unidos para estudar no High School, começando assim seu preparo transcultural e aprimoramento da língua inglesa.

Ao retornar para o Brasil, cursou a faculdade de Engenharia Agrícola, área na qual pretendia trabalhar por vários anos, levantar recursos suficientes e só depois viver missões em tempo integral, porém, ele entendeu que o homem faz planos, mas os planos de Deus são maiores que os nossos. Ele chegou a trabalhar por 2 anos nesta área, mas seu chamado para servir às nações queimava em seu coração e ele se alegrou ao entender a sua total dependência de Deus. Durante o período da faculdade, ele teve outra experiência transcultural, estudando na Dinamarca por 7 meses.


Em meio a orações, discipulado e serviço na igreja local como formas de se capacitar, Gabriel também teve a oportunidade de se preparar para Missões em tempo integral servindo na ANA Brasil por 6 meses em São Raimundo Nonato, Piauí, no sertão brasileiro. Foi um tempo de grande crescimento pessoal, espiritual e também ministerial, onde ele atuou desde o administrativo até trabalho com crianças na organização, além de ajudar a igreja em quilombos no sertão.

Após este tempo no Piauí, Gabriel realizou o curso Perspectivas, e na aula inaugural ministrada pelo pastor Jeremias Pereira, todos os participantes foram desafiados a interceder por três países e as escolhas de Gabriel foram a Síria, a Índia e o Chade. Ele já tinha o entendimento de que o chamado missionário é para todo o cristão (Marcos 16.15) e que o direcionamento para algum campo missionário específico vem da parte do Senhor e esse direcionamento específico vem de uma experiência que é individual. Ele faz o mesmo encorajamento para outras pessoas a adotarem países para orar, pelos povos não alcançados e pelos missionários nessas nações.


Além disso, Gabriel sentia que precisava se capacitar ainda mais, e sob orientação pastoral decidiu fazer ETED na JOCUM em Kona, no Havaí, tempo precioso em que ele aprendeu muito sobre paternidade, agir do Espírito Santo, como ouvir a voz de Deus, e até mesmo trabalhar na área agrícola, pois a base da JOCUM em Kona possui uma horta comunitária.

O treinamento prático da ETED da JOCUM aconteceu no Sudeste Asiático, e foi lá que ele presenciou experiências incríveis de curas e milagres em nome do Senhor.

Nesse tempo ele orava pelo Chade por ser uma região que ainda não conhecia, mas nesse tempo que ele estava tendo o treinamento ele teve uma convicção de que Deus o estava direcionando para servir no Chade.

Gabriel então concluiu o seminário pela STNB e foi se capacitar para servir no Chade através da agência missionária WEC, também conhecida aqui no Brasil como Missão AMEM.


Terminado o seu tempo de preparo, Gabriel partiu para o Chade em um trabalho missionário de curto prazo, onde se tornou professor de inglês para os chadianos, durante 1 ano e 3 meses. Este período foi essencial para conhecer a realidade daquela nação e se preparar para um trabalho de longo prazo que é justamente o que ele desenvolve hoje.


Atualmente, além de professor de inglês, ele também inicia um trabalho de professor de informática. Dessa forma, ele se torna amigo dos chadianos e, através do seu testemunho pessoal, transmite valores cristãos e o Evangelho de Jesus.

Gabriel te encoraja a fazer missões e a responder à voz do Senhor para as nações, pois como ele mesmo diz "é muito bom obedecer a voz de Deus".

Gabriel Meirelles


O vídeo a seguir foi gravado ainda no seu primeiro momento missionário de curto prazo, e conta um pouco como foi este primeiro ano de Chade. Acompanhe!

Após todos esses anos bem intensos, aprendendo sobre intimidade e dependência do Pai, Gabriel se sente totalmente grato por esta caminhada missionária.

Se você deseja saber mais, acompanhá-lo e servir junto a ele, entre em seu blog onde tem vários vídeos e ele mesmo conta toda a sua trajetória e tantas outras curiosidades sobre missões... Vale muito a pena!

  • www.gabrielmeirelles.com

  • canal do Youtube https://www.youtube.com/gameirelles


Mais informações também pela MNI Central.

96 visualizações
logo incc preto.png
Igreja do Nazareno Central de Campinas